segunda-feira, 6 de setembro de 2010

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Eu vi: Suduva x Tauras

Andrius Urbsys, do Suduva , fez um gol #mito


Bem, começar um blog é sempre complicado pra mim. Sempre fico me perguntando qual seria o melhor post para iniciar os trabalhos e blá blá blá...
Mas hoje pensei diferente: Se não posso decidir qual o melhor inicio, pelo menos vou apresentar o mais esdrúxulo, principalmente em se tratando desse site; que tem como meta falar do futebol desde a glória da Copa do Mundo até os incríveis jogos dos lugares e campeonatos que ninguém quer comentar, ou simplesmente não conhece.
Hoje então, o meu post falará do jogo que assisti a pouco entre Suduva Marijampolé e Tauras pelo campeonato lituano 2010 (conhecido como A Lyga)

Por um acaso, achei o link do jogo e resolvi assistir. Infelizmente, já estava no intervalo com placar de 1 a 0 para o Tauras. Como não tinha nada a perder, resolvi assistir o segundo tempo para conhecer um pouco mais desse jogo distinto.
Curiosamente, já estranhava que por todo intervalo a câmera estava direcionada ao campo vazio, enquanto que uma musica tecnodance bombava no próprio estádio. Ao iniciar a segunda etapa, veio a constatação: A partida estava sendo transmitida diretamente para a internet, sem narração nem nada. Percebi depois - graças ao som característico de alerta - que se tratava de uma transmissão via skype. Mas sinceramente, isso não atrapalhou muito não.

Esse time corre, viu?

Vamos para o jogo: a partida começou na sua segunda etapa de forma frenética. Tá certo que demorei uns 5 minutos para deduzir que o Suduva era a equipe de camisas brancas e o Tauras usava uniforme rubro-negro, mas isso não impediu de curtir o jogo. E logo nos primeiros minutos, num lance primoroso do ataque "suduviano", Andrius Urbsys puxou pela esquerda e chutou forte sem chance algum pro goleiro adversário. Após o empate (e constatação de que minha dedução estava correta) o time da casa continuou pressionando até que, em uma jogada de marcação ao atacante chinês Lio Chao, o zagueiro Buitkus num ato de desespero acabou por tocar a bola para o seu próprio gol: 2 a 1.

A partir daí, foi só festa pra torcida da casa. O Suduva dominava em toque de bola rápido e sempre chegando de forma efetiva a defesa do Tauras. Já o clube visitante, esboçava algumas reações, mas não conseguia equiparar o volume de jogo do adversário. Até que, nos acréscimos, a equipe "suduviana" recuperou a bola no seu campo de defesa e num rápido contra-ataque, sepultou a partida em 3 a 1, com um gol de Maciulis.

Cidade de Marijampole em festa!!! Final de partida e muita comemoração do Suduva. Na verdade, muita comemoração minha também. Independente do nível técnico, o futebol é feito de emoção e competitividade. E foi isso que vi na partida. Interessante sempre descobrir novas equipes e se motivar mais ainda com o futebol em seu estado bruto e multifacetado.